Todas as Categorias


Páginas

Tudo sobre o jogador de casino supersticioso

Não é invulgar que os jogadores possuam superstições, não só os frequentadores de casinos, mas em geral. Isto porque, apesar de qualquer jogo exigir uma boa dose de conhecimento e estratégia, a verdade é que também contamos muito com a sorte para a vitória. Os rituais supersticiosos servem, em grande parte, para nos dar a sensação de que temos algum controlo sobre a nossa própria sorte.

Portanto: como identificar um jogador supersticioso? Alguém com certos comportamentos “ritualísticos” condicionados pela crença de que lhe trarão sorte ou afastarão o azar.

Antes de mais, é necessário sublinhar que ser-se supersticioso ou levar a cabo a execução de uma superstição não significa que o jogador é ignorante ou inapto. Acreditar na sorte não invalida que haja habilidade ou aptidão. Muitos jogadores profissionais experientes são supersticiosos e não é por isso que são subvalorizados. Que tipos de superstições existem, então? Comecemos pelos exemplos mais conhecidos:

O soprar dos dados

Pedir a alguém com um certo perfil, a alguém em específico (como um parceiro de jogos, ou uma cara metade), ou até mesmo o próprio, para soprar os dados é uma superstição bastante retratada em várias artes, especialmente no cinema. Isto porque o jogador acredita que a pessoa que lhe sopra os dados lhe dará sorte.

A sorte de principiante

Esta também é uma crença bastante comum; acreditar que alguém que joga pela primeira vez terá sucesso nas suas primeiras jogadas. É tão reconhecida que se tornou numa expressão trivial, aplicada mesmo fora dos casinos de jogos e por não frequentadores desses espaços.

Bater na madeira

Apesar de ser mais abrangente do que as anteriores e não se cingir meramente aos jogos de casino, muitos acreditam que afasta a má fortuna. Este é um gesto aplicado pelo jogador supersticioso quando se diz algo que ele considera mau presságio.
Mas há outras superstições, que podem ser aplicadas de forma mais personalizada e mais abrangente:

O uso de uma peça de roupa específica

Há quem considere que precisa de ter algo concreto vestido, de modo a atrair a boa sorte. Esta crença pode adquirir várias aplicações diferentes: vestir a peça do avesso, ter algo vestido com uma cor específica, ou até um par de sapatos especial são dos exemplos mais comuns.

Trazer um objeto que dê boa sorte

Não é obrigatório serem daqueles mais vulgarmente associados à boa fortuna como o trevo-de-quatro-folhas, a cruz ou a pata de coelho… Pode muito bem ser um objeto que signifique algo para o jogador a um nível emocional, como uma pulseira ou uns atacadores. As opções aqui são infindáveis.

Um número

Este poderá não ser o 7 da sorte ou o 13 do azar. Os números são infinitos e o jogador pode recorrer a uma data que lhe é querida, ou evitar uma combinação que para ele é negativa. Até pode acontecer que julgue que jogar a uma certa hora o beneficiará, ou jogar a partir de "x" horas de bom virá.

O facto de uma carta/dado cair ao chão

Para muitos jogadores isso é um presságio terrível e significa que perderão, opostamente, há jogadores supersticiosos que o encaram como um sinal animador para o seu êxito.

Se alguém assobia ou trauteia uma música

Dependendo da música, o jogador pode interpretar isso como boa ou má fortuna.

O que se pretende demonstrar aqui é que, fundamentalmente, as superstições são tão diversas e mutáveis quanto o número de jogadores. Porque o gesto ou a palavra que a um traz sorte, o do lado interpreta-o negativamente.
Como será então que os jogadores não supersticiosos veem os que são? Como é que os que são se veem uns aos outros? Em boa verdade, num casino de jogos, a presença de superstições faz parte do quotidiano. Regra geral, os supersticiosos não são olhados como se fossem sujeitos anómalos e estranhos, a não ser que haja algum comportamento bizarro ou ridiculamente fora do normal. Muitas das crenças são até partilhadas por mais do que um indivíduo, pelo que se torna menos singular aos olhos dos demais frequentadores de casino.




Sobre o Autor

Joana beatriz

Não é invulgar que os jogadores possuam superstições, não só os frequentadores de casinos, mas em geral. Isto porque, apesar de qualquer jogo exigir uma boa dose de conhecimento e estratégia, a verdade é que também contamos muito com a sorte para a vitória. Os rituais supersticiosos servem, em grande parte, para nos dar a sensação de que temos algum controlo sobre a nossa própria sorte.


Comentarios


Seja o primeiro a comentar:

Sua Resposta



Mais Vistos - Todas as Categorias