Todas as Categorias


Páginas

As principais características de um jogador compulsivo

O jogo compulsivo, ou patológico, é uma adição caracterizada pela falta de controlo no impulso de jogar pelo próprio jogador. Este problema de saúde pode surgir em pessoas de várias idades e classes sociais, pelo desafio, pela ambição de ganhar dinheiro fácil ou como forma de fugir a problemas pessoais, na família e no trabalho. Confira as principais características típicas dos jogadores compulsivos:

Preocupação excessiva com o jogo

Os jogadores compulsivos caracterizam-se por manter uma enorme preocupação com assuntos relativos ao jogo: especulação dos resultados, planeamento das novas jogadas, preocupação em saber como obter mais dinheiro para voltar a jogar, etc.

Necessidade de aumentar as apostas

A excitação provocada pelos jogos de casino leva o jogador compulsivo a aumentar as apostas e consequentemente os riscos, para continuar a produzir o nível de excitação desejado.

Insucesso no controlo do comportamento

Os jogadores compulsivos fazem repetidos esforços no sentido de controlar, reduzir ou para de jogar, porém sem sucesso.

Crise de abstinência

Quando um jogador, ao tentar diminuir ou parar de jogar, começa a apresentar inquietude ou irritabilidade, diz-se que está em crise de abstinência e estes sintomas caracterizam um jogador compulsivo.

Jogo como escape a problemas pessoais

Outra das principais características do jogador compulsivo prende-se com a função do jogo nas suas vidas. O jogo é a grande fonte de prazer (por vezes, a única) destes jogadores e a forma de fugir a problemas pessoais, familiares e ocupacionais, a sentimentos de culpa, ansiedade e depressão, etc. O jogador compulsivo sofre de uma incapacidade e resistência em aceitar a realidade, daí a fuga para o mundo de sonhos que ele pensa alcançar com o jogo.

Recuperar o dinheiro

A grande característica do jogador compulsivo é a tentativa frustrada de recuperar o dinheiro perdido. Este jogador aposta, perde e acredita que pode recuperar o dinheiro que perdeu. Por isso, volta frequentemente ao jogo. E, mesmo quando ganha algumas apostas, não consegue parar de jogar, pois acredita sempre que ainda pode ganhar mais dinheiro, sem conseguir ver o quanto apostam e o quanto ganham. Na verdade, o jogador compulsivo apenas consegue aumentar as suas dívidas.

Consequências negativas da compulsão na vida do jogador

A necessidade de jogar é tão grande que o jogador compulsivo corre o risco de perder tudo o que tem na sua vida: relacionamentos significativos, educação, oportunidades de trabalho ou carreira profissional, bens materiais, etc.

Atos ilegais

Os jogadores compulsivos também se caracterizam por cometerem delitos, como falsificação, fraude, roubo ou desfalque, para conseguirem financiar o jogo.

Mentiras

Para esconder a extensão do seu envolvimento no jogo, o jogador compulsivo acaba por mentir com muita frequência aos familiares, amigos, terapeutas e outras pessoas significativas. Contudo, acaba por contar sempre com os outros para obter dinheiro para financiar o jogo ou pagar as suas dívidas.

Em suma, a compulsão pelo jogo assemelha-se em muitos aspectos à adição de álcool e de drogas. Assim, o jogador compulsivo caracteriza-se por não perceber as consequências negativas que jogo tem na sua vida pessoal e profissional e não consegue parar de jogar sem ajuda especializada. O jogo passa a ocupar grande parte do seu tempo, arruína os seus relacionamentos interpessoais, e fá-lo ter a necessidade de apostar cada vez mais para sentir o mesmo prazer de antes. Quando afastado do jogo, o jogador compulsivo sofre graves crises de abstinência.
É importante interromper o ciclo do jogo compulsivo. Familiares e amigos devem incentivar o jogador a procurar ajuda profissional especializada (psicoterapia e tratamento médico) para se recuperar desta doença.




Sobre o Autor

Joana beatriz

O jogo compulsivo, ou patológico, é uma adição caracterizada pela falta de controlo no impulso de jogar pelo próprio jogador. Este problema de saúde pode surgir em pessoas de várias idades e classes sociais, pelo desafio, pela ambição de ganhar dinheiro fácil ou como forma de fugir a problemas pessoais, na família e no trabalho. 


Comentarios


Seja o primeiro a comentar:

Sua Resposta



Mais Vistos - Todas as Categorias